Arquivo do blog

sexta-feira

A VERDADEIRA E A FALSA SEGURANÇA

                                                                                                                                                                                                                                                                         
"Em paz me deito e logo pego no sono porque só tu, Senhor, me fazes habitar seguro."

A terra geme pela verdadeira paz. No entanto, o que torna inviável essa paz para muitos é a falsa segurança em que confiam. Muitas vezes, essa segurança enganosa ampara-se em
promessas humanas impossíveis de se cumprir. Um bom exemplo está em Gênesis 45.17-18, em que o Rei do Egito diz a José que tanto ele quanto o Povo de Israel gozariam da abundância da Terra, abençoada até então. José era "Chegado" de faraó e esta era a única terra em que havia comida. Ele e sua família estavam seguros. No entanto, morreu José e morreu faraó; o povo de Israel, que antes se deleitava em segurança, tinha agora outro faraó que não conhecera José e não era favorável a Israel. Esse mau rei agravou sobre maneira os filhos de Deus, que só com "mão forte" conseguiram a liberdade. Quantos hoje não vivem confiando falsamente em homens.
"Bons patrões", "bons colegas", "bons irmãos" enfim, "bons tudo" até o momento em chega a decepção; a palavra de Deus nos alerta: "Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor!". Aquele que não deposita a confiança no Deus único e verdadeiro está fadado a viver de decepção em decepção. Só existe segurança verdadeira em Cristo Jesus; aquele que não falha e nos ama grandemente. Esta é bem melhor do que a segurança falsa apresentada pelos homens, cuja realidade final é cheia de perplexidade, medida pelo terror em todas as áreas. A boa nova do evangelho é Jesus, o Filho de Deus, dando sua vida por nós a fim de que vivamos na paz e segurança que tem todo aquele que confia nele.

(EXTRAÍDO)













Nenhum comentário: