Arquivo do blog

sexta-feira

UMA MUTANTE CONSTANTE - GORETTI GUERREIRA

Uma mutante Constante.

Fora da rota do tempo
Meus pensamentos vagueiam
Jogo fora o contratempo
Sonhar... Longe do bom senso.

Retrato-me na consistência
Sem modelar-me “certinha”
Primo por ter consciência
Sou um trem fora da linha.

Duplicidade é “um nada,”
Temos facetas além
Se a estrada é bem curvada
Igualdade? Só no “Bem.”

Sou hoje o azul do Céu
Amanhã... O verde do mar;
Sou mutante flor do mel
Jamais em um só lugar.

Beijo o luar do sertão
Amo ao Poeta mutante
Sou carro na contramão
Um riso farto e constante.

Sou gado na invernada
Arrebento-me e choro atoa;
Uma mortal que do nada
Tira um sorriso e “caçoa!”



Nenhum comentário: